.➡ GUIA DE TURISMO: Acesse o questionário e participe https://forms.gle/N5geB1s2E4ryabqp7

➡ EMPRESÁRIO: Acesse o questionário e participe https://forms.gle/SzVB2zXp8K2QNzps5

Para conter a evolução do coronavírus que tem o registro do primeiro caso da Covid-19 em dezembro de 2019, em Wuhan, na China; desde janeiro de 2020, medidas internacionais de isolamento social e fechamento de fronteiras veem sendo decretadas e, diretamente, afetam a atividade turística que exige, para o consumo dos serviços, o deslocamento espacial do cliente.

Com as medidas internacionais, os efeitos colaterais da Covid-19 chegaram ao setor do turismo e, no estado do Amazonas, o cancelamento, reembolso e remarcação de reservas e serviços turísticos gerou, em efeito cascata, impactos na cadeia produtiva alimentada pelo segmento.

Em Manaus, na data de 18 de março, a impossibilidade de desembarque dos passageiros do navio AMERA, ao interromper a temporada de cruzeiros que recebeu o primeiro navio em novembro do ano de 2019 e receberia o último em maio de 2020, indicou o grau de risco da pandemia e deixou incertezas sobre a retomada e recuperação das atividades do turismo, neste cenário de crise.

Contexto em que a Rede Observatório de Turismo da Universidade do Estado do Amazonas, com parceria direta da Empresa Estadual de Turismo do Estado do Amazonas e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos de Manaus, órgãos gestores da atividade do turismo, propôs a pesquisa RAIO X DO TURISMO FRENTE À COVID-19. O objetivo ao levantar, com empresários e guias de turismo, dados e informações sobre as atividades características do turismo, é analisar os impactos no primeiro trimestre de 2020 e projetar o início de recuperação das atividades frente à Covid-19.

Caso haja interesse de contactar a equipe coordenadora da pesquisa, basta enviar email para observatur@uea.edu.br.

Categorias: Pesquisa

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *